sábado, 20 de junho de 2009

Indivíduo x sociedade

" O bem-estar que deveria ser de todos torna-se privilégio de poucos."







-Há que explicar o social

As regras da vida coletiva que tendem a se sobrepor á vontade dos indivíduos levam os estudiosos a indagar se é possível haver equilibrio nas relações entre o indivíduo,a sociedade,a cultura e a natureza.
A cultura e a sociedade permitem a realização dos indivíduos,enquanto as interações entre eles sedimentam a cultura e auto organizam a sociedade.Os indivíduos são considerados livres e iguais perante a lei.Na sociedade capitalista,impera da iniciativa privada,a competição entre as forças individuais,e tudo é comercializado,até mesmo as relações pessoais.Essa valorização do indivíduo,fruto do liberalismo econômico,veicula uma concepção de liberdade que favorece o controle social.


- As desigualdades sociais

Alguns lucram,outros recebem salários.As diferenças atingem os trabalhadores,capacitados ou não,em todos os níveis profissionais.Elas são mais evidentes nos países pobres e entre os emigrantes nos países ricos.Quando a diferença social passa por processos que radicalizam,como a concentração de renda e poder,ela se transforma em desigualdade.Na esteira das desigualdades sociais surgem as discriminações e deparamos com os preconceitos sociais.


O senso comunitário

-indivíduos e cidadão


O homem hoje se encontra no cruzamento de duas vias: a vida privada e a publica. Nessa esquina,ele vive a duplicidade de sua natureza scial: a de ser individuo e cidadão. Os sinais desse trânsito simuntâneos: compõem-se de direitos e deveres sociais.Indivíduo e cidadão são realidades inseparáveis. Os indivíduos,como membro de uma nação,tornam-se cidadãos,isto é, são capazes de participar da vida politica de uma colitividade.Ao compartilhar o mesmo território os individuos-cidadãos exercitam reinidicações por melhores condições de vida. É o aprendizado e a conquista da cidadania.


-Da inconsciência a desproteção

Vivemos em uma sociedade sem condições minima de vida comunitária.Em busca da cidadania muitas vezes nos sentimos excluidos das coisas que deveriam ser compartilhadas. A inconsciência social é um fenômeno de reciprocidade: os individuos valorizam pouco a sociedade, e a sociedade descuida do cidadão.No Brasil muitos problemas atingem a população como: abandono das escolas,corrupção, a crescente mortalidade. Há ocasiões em que os individuos atropelam as leis e fazem justiças com as proprias maos, nesse momento colocam em choque a concepção de justiça.

-Alternativas para o convivio

Hoje quase todas as soluções propostas para os problemas da sociedade implicam mudança na convivência.Nem sempre são propostas revolucionárias, nem pretendem mudar a extrutura de classes. Limitam-se a pregar reformas na economia e na organização do poder politico.A insatisfação dos individuos e o crescimento da pobreza preocupam os pensadores sociais.Eles desejam a sociedade cujo pensamento, pratica e valores estejam baseados em objetivos politicos que se estendam a cada individuo.Nessa sociedade cada um exercerá sua capacidade e desição e conquistará a propria liberdade, com auxilio dos outros.








2 comentários:

  1. Quando a sociedade muda, automaticamente os individuos que nelam habitam , mudam também.Por exemplo os padrões de beleza,as grandes empresas, por isso surgem as DESIGUALDADES socias.Em um país Capitalista isso é muito comum ! Pois nela, impera a liberdade da iniciativa privada, a competição entre as forças individuais,e tdo é comercializado ate mesmo as relações pessoais . Portanto ñ adianta apenas alguns individuos mudarem, mais sim a sociedade num todo ! Para a mudança, basta o Conhecimento .

    Ingrid da Silva Leonardo , 14 anos *-*

    Santa Catarina - Laguna

    ResponderExcluir
  2. Antes de mudar o mundo, mude a si mesmo !

    Thayane Soares - 16 anos
    Feira de Santana - Bahia

    ResponderExcluir